Resultados

Indicadores de resultados dos Alunos
A comparação de resultados acadêmicos e educacionais de estudantes no ensino formal e em projetos de educação tem como desafio a construção de indicadores comuns. Os dados oficiais são estruturados por série, aprovação, evasão entre outros. Os dados utilizados na Casa da Arte se estruturam numa visão mais livre do processo de aprendizagem, onde estudantes são reunidos por interesse/faixa etária, não são reprovados etc. Portanto os dados que apresentamos abaixo refletem este desafio.

Levantamos dados públicos regionais, municipais e de escolas específicas onde estudam alunos da Arte de Educar, com o objetivo de comparar seus desempenhos.

O que veremos a seguir são pequenos recortes, mas que já nos dão ideia do reflexo do trabalho da Arte de Educar na vida escolar dos estudantes– e nas escolas. É importante levarmos em consideração que:
O Brasil é um país marcado por disparidades de direitos e graves conflitos sociais. O município do Rio de Janeiro possui 763 favelas,
que abrigam cerca de 22% da população da cidade: 6.305.279 habitantes, dos quais 51% são mulheres, segundo o censo do ano de
2010 (IBGE). Nas favelas as mulheres figuram muitas vezes como protagonistas e contribuem para definir padrões de conduta na
família. Segundo a Data Favela, 40% dos lares nessas comunidades são chefiados por mulheres, e em metade deles (20% do total), elas criam sozinhas um ou mais herdeiros. O grande número de mães solteiras nesses espaços deve-se grandemente a abandono por parte do cônjuge ou falecimento dele, vítima da violência urbana.

Apesar de desempenharem papéis centrais e de referência no núcleo familiar, as mulheres no Brasil ainda não desfrutam de equidade
salarial nem de representatividade política. Segundo pesquisas, as brasileiras têm em média mais tempo de estudo do que os homens,
além de possuírem mais diplomas do terceiro grau. Não obstante, as mulheres estão em menor número no emprego formal, possuem
salários mais baixos e estão menos presentes nos cargos de chefia. No que se refere a cargos políticos no Brasil, mais de 90% dos eleitos
são do sexo masculino.

 

DADOS SOCIAIS DOS ESTUDANTES
67% dos estudantes têm idade entre 11 e 16 anos
81% recebem bolsa família
97% moram em favelas ocupadas pelo Estado
3% moram no entorno de favelas ocupadas pelo Estado
55% dos estudantes presenciaram cenas de violência doméstica nos últimos 30 dias (entrevista em novembro/2014)
45% dos estudantes relatam terem sido agredidos por algum de seus familiares nos últimos 30 dias (entrevista em novembro/2014)
30% dos estudantes têm familiar internado no sistema penitenciário
53% dos responsáveis trabalham formalmente
80% dos familiares têm renda mensal de até um salário mínimo
20% dos familiares têm renda mensal de até dois salários mínimos
8% dos estudantes não têm a paternidade reconhecida

dados