Para as pessoas que se recusam a aceitar a miséria do mundo, que reinventam os caminhos da militância (micro e/ou macro) no nosso cotidiano buscando encontrar, juntos, novas formas de organização de nossas vidas… uma oportunidade de contribuir para um mundo mais solidário através do apoio ao trabalho de excelência realizado pela Arte de Educar há 18 anos na favela da Mangueira.